29 de mai de 2003

MUSEU DE PESCA SEDIA OFICINA DE PESCA INFANTIL PARA 140 ALUNOS DA REDE PÚBLICA


No próximo dia 4 de junho, das 09h30 às 11h30, em homenagem à Semana do Meio Ambiente, será realizada no Museu do Instituto de Pesca uma oficina de pesca infantil para 140 crianças, grande parte delas composta por filhos de pescadores, de escolas públicas de Santa Cruz dos Navegantes, Guarujá. Os estudantes serão divididos em dois grupos, assim, enquanto um estiver participando da oficina, o outro estará realizando uma visita monitorada ao museu.

O evento é resultante de uma parceria entre o Instituto de Pesca e o Ibama/SP, sendo um (o único na Baixada Santista) dos quatro que o Ibama realizará no Estado de São Paulo, na Semana do Meio Ambiente (01 a 07/06). As outras três oficinas ocorrerão em Salesópolis (03/06), São Paulo ( 05/06 - Hospital do Câncer) e Itupeva (06/06).

As oficinas de pesca infantil são atividades do Programa de Desenvolvimento da Pesca Amadora (PNDPA), do Ibama, desenvolvidas em várias regiões do país, com o apoio da Embratur, e são uma das maneiras mais eficientes que a instituição encontrou para levar a discussão sobre temas ambientais ligados aos recursos hídricos e pesqueiros para o público com idade entre 7 e 12 anos.

O objetivo das oficinas é despertar o interesse das crianças pela prática da pesca esportiva associada à conservação do meio ambiente. Nos encontros com as crianças, os educadores falam sobre conservação ambiental e uso sustentável de recursos naturais. As crianças são estimuladas a formar conceitos e a adquirir hábitos que inclui a manutenção correta dos rios e mares, aprendendo a conhecer e a respeitar a vida que se encontra em todos os níveis dos ecossistemas aquáticos. As oficinas incluem temas como biologia dos peixes, meio ambiente, materiais de pesca, iscas naturais e artificiais e técnicas de pesque-e-solte (ato de pescar e devolver o peixe para a água), além de segurança a bordo. As aulas são dadas por um biólogo e um especialista em pesca amadora. O material didático usado nos cursos foi concebido especialmente para o público infantil. Os participantes recebem ainda um kit com caneta, boné e brindes do Ibama.

As oficinas de pesca infantil deverão se tornar atividades permanentes do Museu do Instituto de Pesca.

Quem quiser ser parceiro nas oficinas de pesca educativas e ajudar na produção de kits, cartazes de peixes, pode entrar em contato com o Ibama pelos telefones (11) 3066-2657, 3066-2658, 3066.2633 ou pelo e-mail luiz.frosch@ibama.gov.br ou Museu de Pesca (13) 3261.5995.

TTR and Ocean Margin Research conference


Dear colleagues,

As you know, the OMARC Ocean Margins conference will be held in Paris from 15 to 17 September this year. It provides an excellent opportunity to show off some of the results from our Training-Trough-Research Programme (TTR) and Ocean Margin research activities.

I encourage as many as possible to attend and also present posters, and possibly talks. The number of talks is limited, but I think that we could contribute to the sessions on a number of sessions.

Michael Ivanov will be giving an overview on the TTR work which provides an excellent introduction to educational networks.

THE proposed DEADLINE FOR ABSTRACTS IS 1ST JULY, AND THE proposed DEADLINE FOR REGISTRATION IS 1ST JUNE.

Information, including registration forms etc, is available at: http://www.ig.uit.no/konferanser/omarc/

Regarding the students, they will find information about travel support on the Website.

With best regards,

Juergen Mienert

Prof. Dr. Juergen Mienert (on sabbatical at)
Scripps Inst. of Oceanography
Geoscience Research Division 0220
La Jolla, California 92093 - USA
Tel. (001)-858-822-5720
Fax. (001)-858-822-3310 Ext: 2-5720
email: jmienert@ucsd.edu;

home address: University of Tromsø
Department of Geology
Dramsveien 201 - N-9037 Tromsø
Norway - juergen.mienert@ibg.uit.no

26 de mai de 2003

INSTITUTO DE PESCA ENSINA A CRIAR RÃS


De 5 a 7 de junho, o Instituto de Pesca, vinculado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, realiza em São Paulo o curso de “Introdução à ranicultura”. O objetivo é repassar a tecnologia desenvolvida por essa instituição na criação de rãs-touro, bem como, oferecer treinamento a produtores rurais, zootecnistas e outros interessados na área de ciências agrárias. Há 50 vagas à disposição e a inscrição custa R$ 120.00.

Com 14 horas de duração, o curso aborda: histórico da ranicultura nacional; condições necessárias para a montagem de um ranário; biologia da espécie comercial (hábitos e ciclo de vida); climatização e produção mensal em ranários comerciais; manejo profilático e sanidade; instalações, manejo físico e alimentar em ranários comerciais; produção do mercado nacional e internacional e comercialização; manipulação e triagem; transporte e anestesia (pré-abate); criação de mosca doméstica e cochos vibratórios; e visita à Cooperativa dos Ranicultores do Vale do Paraíba, Tremembé (SP). As aulas teóricas ocorrem no auditório do Instituto de Pesca, Av. Francisco Matarazzo, 455 – Água Branca. As aulas práticas, no Pólo Apta Regional de Desenvolvimento Tecnológico dos Agronegócios do Vale do Paraíba, em Pindamonhangaba.

A rã-touro é uma espécie adaptada às condições geoclimáticas brasileiras, é um animal de fácil reprodução e apresenta baixa taxa de mortalidade durante a fase embrionária. Segundo a pesquisadora Cláudia Maris Ferreira, coordenadora do curso, “o consumo desse tipo de rã deve-se ao excelente sabor e às qualidades nutricionais de sua carne, que apresenta elevado teor de proteínas, e boa digestibilidade”. Além disso, é um alimento rico em aminoácidos e ácidos graxos, essenciais para o ser humano, contendo baixos teores de gordura e calorias.

Além dessas vantagens, Cláudia Maris explica que os mercados interno e externo apresentam-se promissores, já que a procura pela carne de rã é superior à oferta. Como subproduto, o couro da rã pode ser aproveitado para a fabricação de calçados, bijuterias, roupas etc. Para a pesquisadora, o local destinado à instalação de um ranário deve, preferencialmente, estar próximo de um centro consumidor, possuir energia elétrica, ter uma topografia levemente inclinada e água abundante e de boa qualidade.

Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail: cmferreira@sp.gov.br ou pelo telefone: (11) 3871-7548.

20 de mai de 2003

PERDA PA OCEANOGRAFIA


Hoje a oceanografia no Brasil perdeu um de seus maiores pesquisadores e incentivadores com o falecimento do Prof. Dr. Yassunobu Matsuura. Dr. Matsuura foi um dos pioneiros em estudos de Ictioplancton e Oceanografia Pesqueira no Brasil e publicou dezenas de trabalhos e livros sobre o assunto ao longo de sua rica atividade profissional. O velório ocorrerá hoje no saguão do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo até as 14:00 Hs. A cremação será na Vila Alpina, por volta das 15:00 Hs.

19 de mai de 2003

Symposium on Sustainable Coastlines


We would like to invite you to attend the Dedication of the newly constructed Reta and Bill Haynes '46 Coastal Engineering Laboratory on June 4th and the related Symposium on Sustainable Coastlines that will be held on the 4th and 5th. The Program for the events is at http://coastal.tamu.edu. I hope you will be able to attend. If you are able to attend one or both days, please send us the registration form on the website. The Symposium will be free and will include lunch on both days and refreshment at the breaks.

THE THIRD INTERNATIONAL WORKSHOP ON LONG-WAVE RUNUP MODELS


The workshop will be held at Wrigley Marine Science Center Catalina Island, California from June 14 to 16, 2004.
For more information, see:
http://www.cee.cornell.edu/longwave/

16 de mai de 2003

Pesquisa Pesqueira Marinha: Fazendo Ciência - ano V


O Instituto de Pesca - APTA - SAA, por meio do Centro de Pesquisa do Pescado Marinho, convida a todos os interessados, principalmente os representantes do setor pesqueiro da Baixada Santista, docentes, pesquisadores, técnicos e estudantes a participar das palestras do

Seminário: "Pesquisa Pesqueira Marinha: Fazendo Ciência - ano V"

Contamos com sua presença e colaboração na divulgação do evento em sua Instituição.

Serão conferidos certificados aos participantes com pelo menos 75% de freqüência.

As palestras serão apresentadas às sextas-feiras, às 14:30 h, no Instituto de Pesca, em Santos.

A primeira palestra, "Importância da pesca artesanal na região da Baixada Santista", será proferida dia 30 deste mês por Alberto Ferreira de Amorim, pesquisador científico deste Instituto. Brevemente enviaremos mais dados sobre essa palestra e a programação a ser desenvolvida durante o ano.

Compareça! A entrada é franca.

Carlos A. Arfelli
Coordendador

Seminário: "Pesquisa Pesqueira Marinha: Fazendo Ciência - ano V"
Local: Auditório do Museu do Instituto de Pesca - Instituto de Pesca
Av. Bartholomeu de Gusmão 192, Ponta da Praia - Santos (SP)
Informações: Carlos Arfelli, arfelli@pesca.sp.gov.br
telefones: (13)3261.6571 / 3261.5260 -
www.pesca.sp.gov.br

13 de mai de 2003

LINKS ATUALIZADOS


Previsão de ondas e correntes:
http://tucupi.cptec.inpe.br/wam
Temperatura superfície do mar:

9 de mai de 2003

Especialização em Manejo Ambiental de Bacias Hidrográficas


O início do processo de inscrição/seleção para o Curso de Especialização (360h) de título "Manejo Ambiental de Bacias Hidrográficas ", será em agosto próximo e duração de um ano. Este, será ministrado na Universidade Federal de Itajubá por professores de seu quadro efetivo e de outras Instituições - Universidade de São Paulo, Universidade Federal de São Carlos, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal de Viçosa, Promotoria do Estado de São Paulo, Universidade Federal de Ouro Preto e Instituto Agronômico do Paraná.

http://www.ppg.unifei.edu.br/mabh/index.htm

6 de mai de 2003

II ERENEAM

Encontro Regional Norte de Educação Ambiental em Áreas de Manguezal

NOSSA MISSÃO: Juntar os saberes e os poderes populares, acadêmicos,
políticos e econômicos num só caldo... Discutir e viabilizar a educação
ambiental como ferramenta de trasnformação na Amazônia Costeira...

AONDE VAMOS DESAGUAR....em avaliações e proposições
conjuntas...redação da Cata de São Luís...

...A MARÉ VAI LEVAR... a Carta de São Luís pra Santa Catarina, engrossar o caldo do VII ENEAM e I INTERAMERICANO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM ÁREAS DE MANGUEZAL ...e tudo vai ser UM.......sei por exemplo que o Norte fica pros lados do Sul....(" Da Minha Terra", Jamil Damous)

ONDE: CONVENTO DAS MERCÊS

QUANDO: 5 a 8 de agosto de 2003

Contamos com todos... ESSE EVENTO É NOSSO!!!

Do Comitê Organizador

II ERENEAM

II Encontro Regional Norte de Educação Ambiental em Áreas de Manguezais

SABERES E PODERES

São Luiz do Maranhão

Local: Convento das Mercês

Período: 05 a 08 de agosto de 2003

Promoção:

Departamento de Oceanografia e Limnologia - UFMA

HOMENAGEM:

Claude d'Abbeville - Saiba quem foi...na próxima circular...os passos da história....

Abrangência do Encontro:

Estados do Maranhão, Pará, Amapá, Piauí e Ceará....mas todos os demais são bem-vindos

Algumas Novidades previstas:

* CONTADOR DE HISTÓRIAS

* PESCANDO PESSOAS -

* PASSOS PARA O FUTURO

* I FEMARÉ - Feira da Maré com stands de artesanato, livros,
exposições artísticas de fotos, arte, etc.- TRAGA O SEU!!!!

* Mini cursos e oficinas de brinquedos


WORKSHOP


O "Workshop on the Dynamics of Fluid Mud Layers in Coastal Waters" será realizado entre 12 e 14 de maio de 2003, no Hotel Everest, Rio de Janeiro. A página do evento é:
http://www.oceanica.ufrj.br/workshop.php


Comissão organizadora:
Susana B. Vinzon
Afonso M. Paiva
Claudio F. Neves
Enise Valentini
Edmilson C. Teixeira