21 de dez de 2010

Oceanógrafos e Alienígenas - a busca por vida extraterrestre nos oceanos

Três semanas atrás, a Dra em Oceanografia Felisa Wolfe-Simon, de 33 anos de idade, publicou um artigo na revista Science sobre bactérias que podem usar o arsênio em vez de fósforo na molécula de DNA e outras biomoléculas.

O arsênio é extremamente venenoso para a maioria das formas de vida na Terra pois ele interrompe importantes vias metabólicas por se comportar de forma semelhante ao fosfato. Até agora, acreditava-se que toda a vida necessitaria de fósforo como um elemento fundamental na formação do DNA. A descoberta de um organismo que pode substituir o fósforo por arsênio no DNA muda a nossa compreensão de como a vida é formada a partir de seus blocos de construção elementares.

Esta descoberta é uma demonstração que a vida pode existir sob uma gama muito maior de ambientes do que se imaginava, ampliando a possibilidade de vida em outros planetas. Esta descoberta é tão importante, que quatro dias antes da publicação do artigo, a NASA enviou uma nota à imprensa "para discutir uma descoberta em astrobiologia que terá impacto na busca por evidências de vida extraterrestre."

Quer saber mais?

Leia o artigo liderado pela  Dra Wolfe-Simon na revista Science:
http://dx.doi.org/10.1126/science.1197258

Visite o site da Dra Wolfe-Simon para saber mais sobre seu trabalho:
http://www.ironlisa.com

Veja a matéria sobre a descoberta na Astrobiology Magazine:
http://www.astrobio.net/exclusive/3698/thriving-on-arsenic

Leia a entrevista com a pesquisadora na revista Science:
http://news.sciencemag.org/sciencenow/2010/12/arsenic-researcher-asks-for-time.html

Assista a entervista com a pesquisadora aqui: